Azul faz hoje abertura de capital nas Bolsas

Imprimir   |   Enviar por e-mail

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras abre hoje o capital nas Bolsas de São Paulo (BM& FBOVESPA) e de Nova York (New York Stock Exchange – NYSE). O prospecto preliminar do IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) divulgado pela empresa prevê que a oferta global deve ultrapassar R$ 1,5 bilhão (US$ 478 milhões). A companhia tem o Aeroporto Internacional de Viracopos como principal hub (centro de distribuição de voos) no País e é responsável 90% dos 320 movimentos diários, em média, no terminal campineiro.

Antes mesmo de buscar recursos no mercado de capitais, a Azul já havia recebido aportes com a venda de parte da empresa. Nos últimos dois anos, a companhia ganhou sócias como a United Airlines (US$ 100 milhões) e a chinesa HNA (US$ 450 milhões). Outra operação adotada pela companhia para se fortalecer no mercado brasileiro foi a fusão com a Trip em 2012. Nos anos de 2015 e 2016, a empresa também firmou uma parceria com a portuguesa TAP, depois que David Neeleman, fundador da Azul, se tornou sócio da companhia europeia em um processo de privatização da empresa estatal.

Os últimos resultados financeiros divulgados pela Azul mostram que no ano passado a empresa obteve um lucro operacional de R$ 344,3 milhões (US$ 109,6 milhões). Em 2015, tinha sido um prejuízo operacional de R$ 167,5 milhões (US$ 53,3 milhões). A empresa registrou um prejuízo líquido de R$ 126,3 milhões (US$ 40,2 milhões), que é bem menor do que o R$ 1,07 bilhão (US$ 341 milhões) de perdas do ano anterior.

Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostram que no ano passado a companhia foi a terceira do mercado nacional com participação de 17,1% medida pela quantidade de passageiros pagantes transportados por quilômetros voados



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css