Bayer pode emitir novo CRA para financiar produtores

Imprimir   |   Enviar por e-mail

A Bayer avalia emitir novo Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) em 2018 para captar recursos e financiar produtores na compra de defensivos e sementes. Isentos de Imposto de Renda, os CRAs atraem investidores. Para empresas do setor e agricultores, servem como fonte de financiamento da produção, a taxas inferiores às da Selic, de 6,5% ao ano. “Cada CRA levanta dinheiro suficiente para financiar a venda de insumos aos distribuidores e produtores por três safras”, conta à coluna o diretor de Operações Estruturadas, Eduardo Roncaglia. O próximo CRA deve ter montante igual ou superior aos R$ 270 milhões (US$ 79 milhões) captados em 2016. Até agora, a Bayer emitiu dois, somando R$ 380 milhões (US$ 111 milhões). Um foi lançado em 2015 e atenderá, até junho deste ano, 19 revendas e produtores. Já a emissão feita em 2016 cobre 63 beneficiários e vai até junho de 2019.

A Bayer também está financiando mais produtores por meio de barter – operação triangulada na qual produtores adquirem sementes e defensivos da empresa em troca de grãos, que são entregues posteriormente às tradings. Estas quitam a dívida do agricultor com a fornecedora. “Nas últimas quatro safras, os negócios via barter aumentaram dez vezes”, diz Roncaglia. Tanto que a companhia considera ter atingido o “teto” das vendas com a ferramenta. Em 2018/2019, quer apenas repetir o desempenho.



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css