--> Portal da Cultura na Região Metropolitana de Campinas - RMC
Início

 

 

MACC abre a mostra exposição 'À Margem do Tempo' PDF Imprimir E-mail
Correio Popular  -  Qui, 08 de Novembro de 2018

Misturar tempo e espaço é o ponto de partida do trabalho da artista plástica Stella Mariz, brasileira nascida em Portugal e atualmente radicada no Rio de Janeiro que, pela primeira vez, traz a Campinas a exposição 'À Margem do Tempo', em cartaz a partir desta quinta-feira (8) no Museu de Arte Contemporânea de Campinas José Pancetti (MACC). “Monto paisagens a partir de imagens antigas combinadas com fotografias contemporâneas. A proposta é criar cenas em que os tempos distintos dialogam”, diz Stella, que está em Campinas desde o início da semana montando a exposição e conversou por telefone com a reportagem do Caderno C.
As primeiras imagens foram feitas em Portugal, há cinco anos. “Nessa viagem, conheci o Castelo de Marialva (na Beira Alta, Portugal), uma construção do século 17 em ruínas, onde fiz centenas de fotos. De volta ao Brasil, no Rio, fiz registros da vegetação tropical. A partir dessas fotografias montei composições de forma a criar paisagens unindo os dois tempos. Crio camadas e uso o recurso do Photoshop para trabalhar cada camada de forma a dar volume às peças”, explica Stella, que utiliza manta acrílica e telas de aço para obter o efeito desejado.
“As peças são em justaposição. Olhando de longe, parecem uma tela, mas de perto as imagens são tridimensionais. É uma forma de transformar a pintura em escultura”, diz a artista, que também domina a técnica da escultura. A partir destas fotografias, Stella criou composições em que relaciona ruínas e paisagens contemporâneas. “Cada trabalho é uma conversa entre tempos e espaços, plena de significados e emoções, em que se rompe a imobilidade e o silêncio da pedra. Desta ruptura, nascem os rios vermelhos que escorrem das ruínas”, diz.
“As ruínas, nestas composições, são como estados de impermanência que se contrapõem às paisagens urbanas contemporâneas, não possuindo um tempo definido. Situam-se num vácuo temporal, porque interessa pensar o presente e o passado não como situações opostas, mas como espelhos. Refletir a memória é pensar o presente. É avaliar a nossa transitoriedade e a nossa instabilidade do momento presente”, acrescenta. No total, a exposição comporta 11 trabalhos de parede, uma caixa com um projeto em três dimensões e uma instalação das camadas soltas no espaço.
 
Agende-se
O quê: exposição 'À Margem do Tempo', de Stella Mariz
Quando: abertura nesta quinta-feira (8), às 19h. Até 16/1/2019, de terça a sábado, das 10h às 18h; quintas, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 9h às 12h
Onde: Museu de Arte Contemporânea de Campinas José Pancetti – MACC (Av. Benjamin Constant, 1.633, Centro, fone: 2116-0346)
Quanto: entrada franca
 
Outras exposições
'Fragmentos Meus': recorte da produção de trabalhos de graffiti de Leandro Kranium nos últimos três anos. De 10 a 30/11, terça a sábado, das 10h às 16h, no Instituto Thomaz Perina (Rua Santo Antonio Claret, 229, Jd. Chapadão, fone: 3213-0398)
 
Exposição de lançamento da revista de arte internacional Open Space, com desenhos, instalações e fotogravura. Abertura nesta quinta, às 15h. Até 12/12, de segunda a sexta, das 9h às 18h; sábados, das 9h às 13h, na Livraria Pontes (Rua Dr. Quirino, 1.223, Centro)
 
'Do Micro ao Macro': exposição coletiva dos artistas do Ilustrasoul. Sábado (10), a partir das 14h, no Garagem 888 (Rua Oliveira Cardoso, 176, Jd. Chapadão). Todos os sábados de novembro e dezembro.
Todas com entrada franca
 

 

AGEMCAMP - Agência Metropolitana de Campinas
Av. Brasil, 2340 - 3º andar do Edifício 1 - Bloco A - Conj. CATI
Bairro Jd. Chapadão - Campinas - SP - CEP 13070-178
Tel: (19) 3211-5600
E-mail:
 

Acesse:

Portal Agemcamp
Invista na Região Metropolitana de Campinas
Portal de Turismo de Negócios e Eventos da RMC
Observatório Metropolitano - Indicadores da RMC