Consórcio PCJ debate situação do Ribeirão Quilombo

Imprimir   |   Enviar por e-mail

O anfiteatro da Prefeitura de Nova Odessa sedia hoje, a partir das 9h, nova reunião do Grupo de Revitalização do Ribeirão Quilombo – iniciativa do Consórcio PCJ (das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), com o objetivo de verificar as ações que já foram desenvolvidas de recuperação do curso d’água desde o último encontro técnico. O encontro também vai discutir os desafios dos próximos passos de despoluição.

Representantes de vários municípios da bacia do Quilombo, como Americana, Campinas, Nova Odessa, Sumaré e Hortolândia, confirmaram participação na reunião. O encontro contará ainda com intervenções do promotor público do Gaema (Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente), Ivan Carneiro, de Mário de Almeida e Wilma Gonçalves, da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado entre outras autoridades.

O Ribeirão Quilombo possui 54,7 km desde a nascente, em Campinas, até a foz, no Rio Piracicaba, em Americana. Levantamento do Consórcio PCJ, feito em 2017, apontou que para recuperar matas ciliares do ribeirão e seus afluentes será necessário plantar 585 mil mudas nativas, com investimentos de R$ 11,7 milhões (US$ 2,9 milhões).



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css