Ranking educacional destaca cidades da RMC

Imprimir   |   Enviar por e-mail

Três cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) tiveram boas colocações no Ioeb (Índice de Oportunidades da Educação Brasileira), que analisa da educação infantil ao ensino médio de todas as redes existentes na cidade, e engloba também os moradores em idade escolar, matriculados ou não em escolas, com o objetivo de mapear qual município e estado oferecem as melhores oportunidades de educação.

Campinas ocupa o 747° lugar, com pontuação 5, acima da média brasileira. Apesar da colocação ruim, a cidade ainda subiu 0,1 ponto entre 2015 e 2017. A Secretaria de Educação não se pronunciou, pois não teve acesso à metodologia da pesquisa para analisar o motivo da colocação.

Indaiatuba foi a mais bem colocada, ocupando a 26ª colocação, seguida de Vinhedo, que ficou em 32° lugar. A terceira cidade da RMC mais bem posicionada no ranking foi Itatiba, 33ª colocada, mas merece destaque pelo maior crescimento desde 2015, tendo conseguido 0,5 ponto a mais em dois anos.

O índice é realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), uma organização sem fins lucrativos, e leva em consideração dados como resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) realizado nos anos iniciais e finais do ensino fundamental, taxa líquida de matrícula do ensino médio, escolaridade dos professores, número médio de horas aula/dia, experiência dos diretores e taxa de atendimento na educação infantil. São Paulo ocupa o primeiro lugar entre os estados brasileiros, com índice de 5,3, posição definida a partir das notas dos municípios.

Apesar de todas as cidades da região terem ficado acima da média brasileira, que foi de 4,7 pontos, três municípios da RMC perderam pontos. Engenheiro Coelho e Nova Odessa tiveram queda de 0,4 ponto entre 2015 e 2017, e Pedreira perdeu 0,1. Em Engenheiro Coelho e Pedreira ninguém atendeu às ligações da reportagem do Correio. Em Nova Odessa a informação é de que os responsáveis estão de férias e retornam no dia 29 de janeiro.



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css