Campinas vira sede de Núcleo de Estudos da FPF

Imprimir   |   Enviar por e-mail

Com a presença de mais de 100 pessoas, entre representantes de clubes e profissionais que buscam atualização na área, foi inaugurado na noite da última segunda-feira (29) o Núcleo de Estudos de Medicina do Futebol da Federação Paulista de Futebol – Regional Campinas – localizado no Instituto Mood. O evento teve palestras do Dr. Moisés Cohen, chefe do Comitê Médico da FPF, abertura do Dr. Roberto Nishimura, idealizador do projeto, e a presença do Secretário de Esportes da cidade, Dário Saadi.

As reuniões serão realizadas mensalmente, com o intuito de trazer casos reais que acontecem no dia a dia dos times, seja em treinamentos ou partidas, além de levar aos profissionais do interior paulista o que é abordado nos encontros na capital. Na primeira edição, o Dr. Moisés Cohen falou sobre a atualização do tratamento das lesões de LCA em jogadores de futebol, e também apresentou o Comitê Médico da FPF.

“Essa iniciativa é vista com excelentes olhos pelo Comitê Médico da FPF, que dará suporte com cursos e conferências. Faremos chegar aos médicos do interior exatamente o que se discute em São Paulo”, afirma Cohen.

Os clubes da cidade estiveram representados pelo Dr. Raí Alves da Cruz, coordenador do Departamento Médico do Guarani, e o Dr. Felipe Abreu, coordenador do Departamento Médico da Ponte Preta. “Campinas precisava ter um núcleo desses. Não existe outra cidade, tirando a capital, que os dois times disputam a Série A1 do Campeonato Paulista. É uma realização gigante e que trará muitos benefícios”, ressalta Raí. “É muito importante para Campinas ter um local como esse, o Dr. Nishimura está de parabéns pela ideia”, diz Felipe.

Outras várias equipes também marcaram presença, como: Red Bull, Oeste, Audax Osasco, Inter de Limeira, Ituano, Amparo, Desportivo Brasil, Seleção Brasileira Feminina e Palmeiras feminino.

Após 18 anos atuando como médico do futebol, Roberto Nishimura explica que percebeu ser necessário criar um fórum de discussão para difundir conhecimento e compartilhar experiências. “Quando alguém traz um caso para debate, a ideia é que todos nós possamos aprender com isso”, destaca o coordenador do Núcleo.

Já para o secretário de Esportes de Campinas, Dário Saadi, o Núcleo fará com que os profissionais da área se capacitem cada vez mais. “Mostra a importância da cidade de Campinas. O futebol é o esporte mais popular do Brasil, temos times profissionais e é fundamental para valorizar e atualizar os profissionais dos clubes para os avanços dos tratamentos.” 



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css