Italianos apostam firme na região

Imprimir   |   Enviar por e-mail

Apesar da crise, as empresas italianas estão de olho em novos negócios no Brasil. A multinacional Indeco S.p.A inaugurou ontem uma filial em Campinas, no Techno Park, e já tem planos para construir uma fábrica na Região Metropolitana de Campinas (RMC) em 2020. O empreendimento deverá receber entre seis e sete milhões de euros em investimentos. A empresa já empregou um milhão de euros na unidade instalada no condomínio empresarial.

O evento contou com a participação do embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, e do cônsul geral da Itália em São Paulo, Michele Pala. A multinacional atua no ramo de demolição e reciclagem de produtos, comercializando equipamentos como rompedores hidráulicos, tesouras hidráulicas, trituradores, equipamento multifunção, placas compactadoras, garras selecionadoras e braços posicionadores.

A Indeco está presente no Brasil há 25 anos e agora, com uma subsidiária local, a empresa passará a ter uma base de atendimento para toda a América do Sul. O diretor da Indeco, Luiz Toni, afirmou que a subsidiária inaugurada ontem vai importar os produtos e atuar no pós-venda. “Atualmente, temos quatro parceiros no Brasil que trabalham conosco na distribuição dos produtos. A partir do Brasil, vamos reforçar nossas operações na América do Sul”, disse.

Ele comentou que a empresa planeja instalar uma fábrica no País em 2020. “Nossa previsão é que a unidade fique aqui na Região Metropolitana de Campinas. Pode ser no próprio Techno Park, que é um condomínio empresarial bem estruturado e que tem áreas para a implantação de unidades de produção”, afirmou. O executivo disse que a capacidade da fábrica será de 500 a 600 unidades por ano.

Bernardini afirmou que existem muitas oportunidades para as empresas italianas no País e que as privatizações no setor de infraestrutura vão oferecer chances de bons negócios. “As empresas italianas continuam a investir no Brasil. Elas não estão esperando pela retomada e mantêm a confiança no País. Um exemplo é o investimento da Indeco”, comentou. O embaixador disse que grandes empresas italianas, como Pirelli, Fiat, Tim e Enel, também continuam com seus planos de expansão e investimentos. Ele destacou que a embaixada incentiva que os investidores italianos analisem oportunidades de negócios no Brasil. 



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css