Diminuir o Tamanho da Letra Aumentar o Tamanho da Letra Dar Contraste / Retirar Contraste

Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) – Outubro 2017

O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), recuou cerca de 8,3 pontos em outubro deste ano (de 119,3 para 111,0 pontos). O indicador mensura a incerteza da economia brasileira, em uma escala de zero a 200, a partir de informações coletadas dos principais jornais do país, do Índice Ibovespa e das expectativas do mercado financeiro acerca de variáveis macroeconômicas.

O IIE-Br é composto por três componentes: IIE-Br Mídia, baseado na frequência de notícias com menção à incerteza nas mídias impressa e online; IIE-Br Expectativa, construído a partir das dispersões das previsões de especialistas para a taxa de câmbio e para o IPCA e IIE-Br Mercado, baseado na volatilidade do mercado acionário, medido pelo Ibovespa. A coleta de dados é realizada do dia 26 do mês anterior ao dia 25 do mês de referência. 

rtyhs 

A queda no indicador decorreu pelos recuos em todos os seus componentes. IIE-Br Mídia caiu 6,5 pontos no mês (de 121,2 para 114,7 pontos). IIE-Br Expectativa recuou 6,5 pontos (de 102,6 para 96,1 pontos). Por fim o IIE-Br Mercado apresentou queda de 7,3 (de 98,6 para 91,3 pontos).

Após quase três anos acima dos 120 pontos, e mesmo com grandes oscilações durante o ano de 2017, o IIE-Br parece registrar o encerramento desse longo período de incerteza econômica muito elevada.

wtru


 
©OMI - Observatório Metropolitano - Todos os direitos reservados 2010