Diminuir o Tamanho da Letra Aumentar o Tamanho da Letra Dar Contraste / Retirar Contraste

IPCA: Índice de Preços ao Consumidor Amplo (jan. 2018)

Pelos dados obtidos junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro deste ano foi o mais baixo desde a criação do Plano Real. Uma variação de 0,29%; 0.15 (ponto percentual) abaixo do resultado de dezembro do ano passado (0,44%). No acumulado dos últimos doze meses, o índice regrediu para 2,86%. Abaixo, portanto, dos 2,95% registrados nos 12 meses anteriores. Em janeiro de 2017, a taxa foi 0,38%.

Segundo o IBGE, “O índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 05 salários mínimos, sendo o chefe assalariado. Para cálculo do índice do mês foram comparados os preços coletados no período de 29 de dezembro de 2017 a 29 de janeiro 2018 (referência) com os preços vigentes no período de 30 de novembro a 28 de dezembro de 2017 (base) ”.

Nesse sentido, o índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) também apresentou a menor taxa desde a criação do Plano Real. Atingiu a marca de 0,23% no mês de janeiro, totalizando 1,87% no acumulado dos últimos 12 meses.

Destaque para os setores de Habitação (-0,85%) e Vestuário (-0,98%), únicos negativos. A queda no setor de Habitação foi impulsionada sobretudo pela redução no valor da tarifa elétrica, cujo decréscimo foi da ordem de 4,73%, em média.  

Já os setores de Alimentação e Bebidas (0,74%), bem como de Transportes (1,10%), atingiram as maiores altas entre os grupos, mesmo levando-se em consideração a significativa queda nos preços das passagens aéreas. Em dezembro 2017, uma alta de 22.28% e em janeiro deste ano, uma queda de 1,35% em janeiro.

 

tabela ipca

 

(19/02/2018)

 
©OMI - Observatório Metropolitano - Todos os direitos reservados 2010