Diminuir o Tamanho da Letra Aumentar o Tamanho da Letra Dar Contraste / Retirar Contraste

Brasil: Superávit da Balança Comercial (parcial de abril)

Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), na segunda semana de abril deste ano, a Balança Comercial registrou um superávit de US$ 1,829 bilhão. As exportações totalizaram cerca de US$ 5,244 bilhões, enquanto que as importações, um total de US$ 3,415 bilhões.

Neste ano, as exportações já contabilizaram o montante de US$ 64,173 bilhões e as importações, US$ 46,897 bilhões. Ou seja, um saldo positivo de US$ 17,276 bilhões. (Vide gráfico)

bc parcial de abril

Segundo o MDIC, em relação ao mês de março/2018, parcialmente, ocorreu um crescimento da ordem de 2,5% nas exportações, em virtude principalmente do crescimento das exportações dos produtos considerados básicos (+ 8.9%), de US$ 471,7 milhões para US$ 513,6 milhões. Porém, essa tendência não foi a mesma dos produtos manufaturados (- 4,0%), de US$ 340,5 milhões para US$ 326,9 milhões), bem como dos semimanufaturados (-0,9%), de US$ 120,5 milhões para US$ 119,4 milhões.

De acordo com os dados, somente na segunda semana de abril, a média das exportações atingiu a marca de US$ 1,048 bilhão, ou seja, 14,9% acima da média da 1ª semana (US$ 912,5 milhões). Tal resultado foi devido ao aumento em 44,7% nas exportações de produtos básicos (de US$ 419,7 milhões para US$ 607,4 milhões), principalmente pelos produtos: magnésia calcinada, petróleo em bruto, minério de cobre, fumo em folhas e farelo de soja.

Por outro lado, as vendas dos semimanufaturados apresentaram um decréscimo de 25,5% (de 136,9 milhões para US$ 102,0 milhões), tendo como principal causa a queda nas vendas dos produtos tais como: óleo de soja bruto, ferro fundido bruto e ferro spiegel, açúcar em bruto, ouro em formas semimanufaturadas e celulose. Já no caso dos manufaturados, um recuo de 6,1% (de US$ 337,2 milhões para US$ 316,5 milhões), causado pela queda nas exportações da gasolina, etanol, motores e turbinas de aviação, motores, geradores e transformadores elétricos e óxidos e hidróxidos e de alumínio.


(18/04/2018)

 
©OMI - Observatório Metropolitano - Todos os direitos reservados 2010