Diminuir o Tamanho da Letra Aumentar o Tamanho da Letra Dar Contraste / Retirar Contraste

Brasil: Economia cresce 0,57% em julho

Segundo divulgação do Banco Central do Brasil (BACEN), a Economia Brasileira obteve uma expansão da ordem de 0,57% no último mês de julho. Tal resultado é medido por meio do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br). Vale lembrar que, os dados são dessazonalizados, ou seja, os efeitos típicos de cada mês são retirados para facilitar a comparação.

O Observatório Metropolitano de Indicadores da RMC, da AGEMCAMP, levantou os quantitativos auferidos do Índice em 2018, até o momento. (Vide gráfico)

IBC-Br 1

Importante ressaltar que, o resultado obtido no mês de maio (-3,35%) foi decorrente da greve dos caminhoneiros, prejudicando, inclusive, os resultados dos meses seguintes.

O IBC-Br serve também para o BACEN definir a Taxa Básica de Juros (Selic), base necessária para efetivação dos ajustes objetivando alcançar as metas inflacionárias propostas. No atual período, pelo crescimento discreto da Economia, não haveria uma pressão inflacionária significativa. Portanto, a Taxa Selic (6,5% ao ano) tende a se manter estável.

Além disso, o IBC-Br foi concebido para prognosticar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado trimestralmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nesse sentido, o crescimento do PIB brasileiro foi de 0,2 % no 2º trimestre deste ano (se comparado com o 1º trimestre), segundo o IBGE. O Portal de Economia do G1 menciona sobre o assunto que: “foi sustentado pelo setor de serviços e pressionado por forte queda da indústria e dos investimentos, reforçando a leitura de perda de ritmo e recuperação ainda mais lenta da economia brasileira”.

 

 

 

 

(17/09/2018)

 
©OMI - Observatório Metropolitano - Todos os direitos reservados 2010