Diminuir o Tamanho da Letra Aumentar o Tamanho da Letra Dar Contraste / Retirar Contraste

Brasil: Índice Nacional de Expectativa do Consumidor registra terceiro aumento consecutivo.

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) é um indicador criado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que sintetiza a opinião dos brasileiros, capturada em pesquisa de opinião pública, sobre alguns aspectos capazes de afetar as suas decisões de consumo.

A pesquisa tem abrangência nacional e é realizada mensalmente em parceria com o IBOPE Inteligência. Trata-se de um instrumento para apurar o sentimento ou confiança do consumidor, constituindo-se na principal motivação para a construção do Índice.

Segundo a CNI, “A relevância dos indicadores de expectativa do consumidor reside no fato de que sua evolução ajuda a antecipar variações no ritmo da atividade econômica. Isto se dá porque a avaliação do consumidor quanto à conjuntura antecede e, em alguma medida, determina variações no consumo e poupança das famílias. Uma avaliação otimista promove a confiança do consumidor e a inclinação em aumentar o consumo, enquanto a incerteza quanto ao futuro semeia pessimismo e o desejo de cortar gastos e recompor as reservas financeiras”.

O Observatório Metropolitano de Indicadores da RMC coletou dados entre os meses de janeiro de 2015 a setembro de 2018. (Vide gráfico)

INEC 1

Pelos dados é possível observar que o Índice registrou 105,9 pontos em setembro deste ano. Ou seja, um crescimento 1,1% em relação a agosto. Apesar de modesto, o avanço foi o terceiro consecutivo, acumulando um crescimento de da ordem de 7,7% no último trimestre.

O OMI da AgemCamp coletou também dados sobre o Índice de Expectativa de Compras de Bens de maior valor para o referido período. Nos últimos 4 meses, o Índice sofreu pequena queda, partindo de 112,30 pontos em junho para 110,80 pontos em setembro. (Vide Gráfico)

INEC 2

 

 

 

 

(05/10/2018)

 
©OMI - Observatório Metropolitano - Todos os direitos reservados 2010