Diminuir o Tamanho da Letra Aumentar o Tamanho da Letra Dar Contraste / Retirar Contraste

Brasil: Índice de Situação Financeira e Índice de Endividamento

O Índice de Situação Financeira, elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), possui base fixa e se refere a avaliação dos consumidores com relação à situação atual de suas finanças comparada com os últimos três meses.

O Observatório Metropolitano de Indicadores da RMC da AGEMCAMP coletou dados do referido Índice para o período de janeiro de 2015 a setembro de 2018.

CNI 1

Pelos números, é possível perceber uma melhora na avaliação dos consumidores no período compreendido entre julho (89,20 pontos) e setembro deste ano, com 92 pontos. Ou seja, uma melhora de +3,13% percentuais.

Já o Índice de Endividamento, também possui base fixa e se refere à situação atual do endividamento dos consumidores comparada à situação de três meses anteriores. O Observatório Metropolitano de Indicadores da RMC, da AGEMCAMP, coletou informações do Índice para o período de janeiro de 2015 a setembro de 2018.

CNI 2

Assim como o Índice de Situação Financeira, o Índice de Endividamento apresentou melhora a partir de julho deste ano, onde se encontrava na ordem de 96,90 pontos. Em setembro, o índice atingiu a marca de 101,20 pontos. Um crescimento de 4,43% em relação a julho.

Segundo a CNI, “quanto maior o índice, maior o percentual de respostas positivas. Ou seja, maior o percentual de respondentes esperando queda na inflação ou desemprego, esperando aumento da renda pessoal, esperando aumentar as compras de bens de maior valor, com melhor situação financeira ou menos endividado”.

 

 

 

 

 

 

 

(08/10/2018)

 
©OMI - Observatório Metropolitano - Todos os direitos reservados 2010