Prefeitura de Hortolândia inaugura Caps 24 horas neste sábado

Imprimir   |   Enviar por e-mail

Hortolândia tem mais uma conquista na área de saúde, desta vez, relacionada à Rede de Atenção Psicossocial: neste sábado (18), será inaugurado o atendimento 24h no Caps (Centro de Atenção Psicossocial) Vida. A unidade que já realiza acompanhamento de pacientes psiquiátricos adultos durante o dia, agora, funcionará à noite para acolhimento em momentos de crise, uma alternativa à internação psiquiátrica.

O Caps Vida está localizado na rua João Cancian, nº 161, no Parque Ortolândia. A inauguração acontece na data em que é lembrado o Dia da Luta Antimanicomial. Ao longo deste mês, a Prefeitura de Hortolândia realiza uma série de atividades de mobilização e debates sobre questões relacionadas à saúde mental. A programação ao longo do mês, que tem como tema “Saúde Humanizada: Direito de Todos”, pode ser conferida abaixo.

 

Rede de Atenção Psicossocial

O Caps Vida é uma das unidades de atendimento da Rede de Atenção Psicossocial da Prefeitura de Hortolândia, que conta ainda com Caps-I (Infantil) e Caps-AD (Álcool e Drogas). As três unidades atendem de portas abertas, ou seja, não é necessário encaminhamento médico para procurar atendimento. A partir da próxima semana, em razão da restruturação da rede, o CAPS I passa a atender em novo horário: das 7h30 às 18h. O endereço é rua Antonio de Biassi Filho, nº 89, no Pq. Ortolândia.

A Rede de Atenção Psicossocial tem apoio, ainda, das UBSs (Unidades Básicas de Saúde), onde há uma equipe multidisciplinar, composta por enfermeiros, agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem e médicos, que auxiliam na estruturação do atendimento em saúde e acompanham os pacientes. Após o diagnóstico, os casos mais graves são conduzidos para o Caps, onde recebem tratamento, como terapias e oficinas, além de acompanhamento médico, terapia ocupacional, assistência social e psicológica.

 

Luta Antimanicomial

A Luta Antimanicomial é lembrada todo dia 18 de maio, data que teve origem em 1987, com o Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental, ocorrido em Bauru, reunindo mais de 350 pessoas da área de saúde mental em busca de uma experiência de desinstitucionalização da psiquiatria. O tratamento psiquiátrico, até então, se concentrava em internações hospitalares.

Como resultado desta e de outras mobilizações, a Reforma Psiquiátrica foi aprovada em 2001, através da Lei Federal 10.216. Isso significa que o atendimento aos pacientes com transtornos mentais passou a ser acompanhado por uma rede de atenção psicossocial, estruturada em unidades de serviços comunitários onde cada paciente tem sua vida livre, participando de atividades terapêuticas e de reabilitação, sempre acompanhados da família.

A inauguração do CAPS 24h faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), programa que prevê mais de 100 intervenções e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos.



http://www.agemcamp.sp.gov.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css